Cesar Salvadori Vence 1ª Etapa do Brasileiro Nitro 2019!

Foi realizada na pista da APPA (São Paulo), a primeira etapa do campeonato brasileiro de automodelismo onroad, reunindo as categorias com motor nitro, 1:10, 1:8 onroad e 1:8 GT

Participando da categoria de elite na escala 1:10, a F1, Cesar Salvadori voltou a correr de nitro após 2 anos e com muito sofrimento, estratégia e uma dose de sorte saiu vencedor na primeira de três etapas do campeonato deste ano. Confira o relato de como foi o evento.

Categoria 1:8 Onroad

Na categoria mais rápida do automodelismo, o piloto Kazuo Ohara fez a pole position, mas já na largada da final perdeu tração, sendo ultrapassado por Samuel Prato. Kazuo recuperou a liderança e tinha a corrida nas mão quando uma batida com outro carro o fez algumas voltas. Samuel Prato venceu a prova seguido pelo paranaense Diogo Rocha e Kazuo completou o pódio

Categoria 1:8 GT


Danilo Carmona dominou as tomadas de tempo com folga, mas na largada da final teve dificuldade com os pneus frios e perdeu a posição para Luis Vinicius ainda na primeira volta.


A final da GT foi a prova mais disputada do dia, nos primeiros minutos Luis se aproveitou da ultrapassagem na largada e segurou por vários minutos até o primeiro abastecimento, quando na saída dos boxes se envolveu em uma batida e acabou sendo punido com stop and go, tendo também a bolha danificada. Com alguns erros, Danilo acabou perdendo a liderança para Luis Vinicius mais uma vez, com ambos protagonizando trocas de posições e tornando os pitstops cruciais para decisão da corrida. No decorrer da prova Danilo imprimiu um ritmo fortíssimo e com problemas em dois abastecimentos do piloto Luis Vinicius, passou a liderar com folga. Nos minutos finais Marcos Piovezan assumiu a segunda posição após o motor de Luis Vinicius apagar na reta principal, deixando-o com o terceiro lugar.

Categoria 1:10 F2

Na 1:10 F2, o piloto local Marcio Rossi fez somente as 2 últimas tomadas de tempo, mas foi o suficiente pra garantir a pole position. A categoria F2 contou com a superpole, onde os pilotos que ficaram entre o 2o e 5o lugares tem uma volta rápida para garantir o carro na segunda posição do grid de largada. Bruno Sea conquistou a superpole para largar logo atrás de Marcio Rossi.
Na final de 40 minutos os holofotes se dividiram entre Marcio Rossi e Pedro Barros. Marcio muito rápido mas extremamente agressivo, cometeu alguns erros durante a prova e pitstops. Pedro Barros fez uma corrida impecável, sem envolver-se em batidas e sem cometer erros. A regularidade de Pedro prevaleceu e o piloto de Maringá-PR venceu a prova, seguido por Marcio Rossi e Washington Santos

Categoria 1:10 F1

Na categoria dos pilotos mais experiente na escala 1:10, as tomadas de tempo mostraram que a disputa seria entre três pilotos. Fabricio Zamperetti e Cesar Salvadori venceram um round cada um, e Eduardo Dulac venceu dois rounds, se garantindo na pole position.
Para as finais, estratégias diferentes para cada um A largada transcorreu sem surpresas e Dulac manteve a ponta, seguido por Fabricio e Cesar. Com 10 voltas a corrida parecia ter acabado para Cesar, que perdeu a correia lateral de seu carro e se arrastou para os boxes, retornando com praticamente três voltas de desvantagem.
O duelo pela liderança durou mais alguns minutos até que Fabricio assumiu a ponta após Dulac ter um problema com um dos pneus. Cesar começou a “remar”da última posição, focando em reabastecimentos rápidos e preservando os pneus, mas já com a prova prejudicada pelo problema inesperado nas primeiras voltas.
A prova seguiu com Fabricio controlando a corrida sem dificuldades e um ritmo fortíssimo, mas com pouco mais de 10 minutos para o final a corrida terminou mais cedo para ele, com uma ponta de eixo quebrada. A essa altura Cesar já tinha apenas uma volta de desvantagem para o novo líder, Dulac. Cesar continua com um ritmo constante e Dulac começa a perder tempo com os pneus totalmente desgastados, entrando nos boxes para troca de pneus 1 minuto após o abandono de Fabricio.
O que então parecia impossível, aconteceu: restando 8 minutos para o final Cesar assume a liderança da prova com uma volta de vantagem e mantendo o mesmo ritmo de prova. Dulac ainda acabou sofrendo uma pane seca, dando tranquilidade para Cesar Salvadori vencer a prova, seguido por Dulac e Marcelo Servidone.

Um grande resultado, considerando o tempo que Cesar estava ausentes das corridas de nitro.

Outra novidade >> Cesar Salvadori utilizou combustível próprio, com 16% de nitro e 7% de óleo! Uma mistura feita especialmente para competição com lubrificantes de máxima qualidade, permitindo o uso de um percentual menor e com a mesma confiabilidade. Em breve o combustível será disponibilizado por encomenda e somente para a cidade de São Paulo por razões logísticas (ou em competições que participaremos fora de SP, será eventualmente possível levar o combustível).

Outros materiais utilizados por Cesar Salvadori (clique nos links para comprar em nossa loja virtual):
Bolha BLITZ WRX
Servos SAVOX 1254
Escapamento HIPEX 2669
Pneus CONTACT TYRES

Nos vemos em julho, na 2a etapa em Joinville-SC 😉

Veja abaixo mais algumas fotos da corrida:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *