Chuva não cessa e 3ª etapa do Brasileiro é cancelada

Durante quatro dias seguidos a visão que se tinha da pista era essa. Água, água e mais água.
Em uma semana de péssimo tempo, aquilo que parecia impossível aconteceu pela primeira vez. A terceira e última etapa do campeonato brasileiro onroad 2011 não aconteceu devido ao mau tempo.
Com isso, conforme o regulamento todos os pilotos inscritos receberam a pontuação do 11º lugar e o campeonato ficou decidido com o resultado das duas primeiras etapas, com exceção de poucos pilotos que se beneficiaram com a pontuação recebida nesta etapa cancelada.

Categoria Master

Na Master o campeão já era conhecido, Edson Lima do estado do Paraná já havia assegurado o título na etapa do Rio de Janeiro, mas compareceu em Santo André-SP para lutar pelo título da categoria Sport e levantar sua taça da Masters. O vice-campeonato ficou com o também candidato ao título da Sport, Paulo Martins, e o 3º lugar com o primeiro campeão brasileiro da categoria 1:10 200mm (em 2001), Sandro Gyorgy:


1º Lugar: Edson Lima – PR – Mugen/ Novarossi
2º Lugar: Paulo Martins – SP – Capricorn/ Capricorn
3º Lugar: Sandro Gyorgy – SP – Team Magic / Sirio


 

Categoria Sport

Nesta categoria o título estava aberto, quase 10 pilotos tinham chances reais de ser campeão, para adicionar emoção a prova, vários pilotos de alto nível e que não participaram do campeonato todo estavam inscritos e certamente abrilhantariam a disputa. Prejuízo total para os pilotos de São Paulo, que contavam justamente com esta etapa para tentar o título ou uma posição no pódio. O resultado do campeonato ficou:

1º Lugar: Luciano Aquino – RS – Shepherd/ Max Power
2º Lugar: Edson Lima – PR – Mugen/ Novarossi
3º Lugar: Paulo Martins – SP – Capricorn/ Capricorn
4º Lugar: Luiz Pedro – SP – Capricorn / Novarossi
5º Lugar: Leandro Fares – SP – Capricorn / Novarossi

 

Categoria Racer

A disputa estava restrita entre 3 pilotos somente, porém era a corrida mais aguardada do ano, com um grid de altíssimo nível na pista mais desafiadora do país. A expectativa se traduziu em frustração não só para todos os pilotos que esperavam se divertir na pista de Santo André, mas especialmente para Gabriel Brito e Leandro Campos, que não puderam sequer tentar tomar o primeiro lugar que Eduardo Dulac, que se sagrou campeão curiosamente pela segunda vez em uma situação em que a corrida não aconteceu por causa da chuva. Vozes misteriosas dizem que Dudu é devoto de São Pedro dos Pampas. Palhaçadas a parte, o título foi vencido em pista nas duas etapas que efetivamente aconteceram, portanto o piloto gáucho está de parabéns pelo seu bicampeonato brasileiro (2007 e 2011). O resultado final ficou assim:

1º Lugar: Eduardo Dulac – RS – Shepherd/ Max Power
2º Lugar: Leandro Campos – RJ – Capricorn / Capricorn
3º Lugar: Gabriel Brito – PR – Shepherd/ Max Power
4º Lugar: Cesar Salvadori – SP – KM Racing / Novarossi
5º Lugar: Pedro Piau – RJ – Capricorn / Novarossi

 

Fica agora a grande expectativa para o campeonato sulamericano em dezembro, na pista da Fazenda Vesúvio em Salto/Indaiatuba-SP.

9 thoughts on “Chuva não cessa e 3ª etapa do Brasileiro é cancelada”

  1. Parabéns ao campeões das 3 categorias!
    Como diz o ditado…, para ser campeão é necessário ter sorte, pois ganhar um campeonato favorecido por um regulamento ridiculamente errado e sem mesmo ter vencido uma etapa sequer é realmente ter muita sorte.
    Sem tirar o mérito…, Campeão é Campeão e ponto.

  2. Muito bom César, não sabia que você tinha esse lado jornalistico apurado. Ano que vem não vamos correr esse risco , vai ser interessante e positivo para os pilotos aprenderem a andar na chuva e principalmente aprender a ajustar o carro para a chuva!

    1. valeu Guto! Por incrível que pareça eu quase fiz jornalismo ao invés de engenharia, e às vezes até acho que deveria ter feito mesmo hahahaha! abraço e parabéns, no RJ especialmente o “coro” foi na pista e nos pits 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *